no site na web Voltar ao inícioHome PesquisarPesquisarFale conoscoContatoMapa do siteMapa do Site

Suplemento Vitamínico e Minerias

O que são vitaminas?

Existem 14 vitaminas, que podem ser agrupadas da seguinte forma:

vitaminas lipossolúveis, incluindo as vitaminas A, D, E e K. São armazenadas na gordura corporal e, por esse motivo, a ingestão excessiva pode provocar o acúmulo progressivo e atingir níveis tóxicos. O organismo é particularmente sensível ao excesso das vitaminas A e D.
vitaminas hidrossolúveis, incluindo a vitamina C, colina, biotina e as sete vitaminas do complexo B: tiamina (B1), riboflavina (B2), niacina (B3), ácido pantotênico (B5), piridoxina (B6), ácido fólico (B9) e cobalamina (B12). São armazenadas em menor quantidade que as vitaminas lipossolúveis.

O que são minerais?

Além disso, o seu organismo necessita de 16 minerais. Os principais incluem o cálcio, fósforo, magnésio, sódio, potássio, cloreto e enxofre. O cálcio, fósforo e magnésio são importantes para a formação dos ossos e dentes. O sódio, potássio e cloreto, conhecidos como eletrólitos, participam do equilíbrio hídrico e químico do organismo. O organismo requer quantidades menores de cromo, cobre, fluoreto, iodo, ferro, manganês, molibdênio, selênio e zinco. Estes elementos são importantes para o crescimento normal.

O equilíbrio ideal

É fundamental manter a quantidade adequada de vitaminas e minerais. As deficiências prolongadas de vitaminas ou minerais podem causar doenças ou determinadas condições, como a cegueira noturna (deficiência de vitamina A), anemia perniciosa (deficiência de vitamina B12) e anemia (deficiência de ferro). A ingestão excessiva de algumas vitaminas e minerais pode provocar quadros de intoxicação.

Alimentos naturais são a melhor opção

Você pode obter toda a quantidade diária recomendada de vitamina C tomando um comprimido. Pode ainda fazer o mesmo comendo uma laranja. O que é melhor? Na maioria dos casos, a laranja - um alimento natural.

Alimentos naturais - frutas, verduras, grãos, carnes magras e laticínios - apresentam três grandes vantagens que você não encontra nos suplementos.

Os alimentos naturais são complexos. Eles contém vários nutrientes importantes para o organismo - em vez de apenas alguns -, apresentando maior valor nutricional. Uma laranja, por exemplo, é uma fonte importante de vitamina C, mas também é rica em beta-caroteno, cálcio e outros elementos. Da mesma forma, um copo de leite fornece proteínas, vitamina D, riboflavina, cálcio, fósforo e magnésio. Se você usar apenas suplementos de cálcio, e não comer alimentos ricos nesse mineral, como os derivados do leite, deixa de ingerir todos os outros nutrientes importantes para manter os ossos saudáveis.
Os alimentos naturais contém fibras. As fibras são importantes para a digestão e para prevenir algumas doenças. As fibras solúveis - encontradas em grãos, além de algumas frutas e verduras - e insolúveis - encontradas nos cereais e em algumas frutas e verduras - podem ajudar a prevenir doenças cardíacas, diabetes e constipação. Os alimentos naturais contém outras substâncias que podem ser importantes para a saúde. Frutas e verduras, por exemplo, contém elementos denominados fitosubstâncias, que podem proteger o organismo de doenças cardíacas, câncer, osteoporose e diabetes. Ainda não se sabe o papel exato desses elementos. Entretanto, se você der preferência aos suplementos, deixará de usufruir dos possíveis benefícios das fitosubstâncias. Apenas estudos a longo prazo e bem planejados podem demonstrar quais nutrientes da dieta trazem benefícios - e se a ingestão deles sob a forma de suplementos apresenta os mesmos efeitos.

Na verdade, quando ingeridas através de suplementos, algumas substâncias podem prejudicar a saúde. Um estudo demonstrou um maior risco de câncer de próstata em indivíduos que ingerem bebidas alcóolicas e utilizam suplementos com beta-caroteno. Em um trabalho anterior, pesquisadores encontraram um risco mais elevado de câncer de pulmão em fumantes que usavam suplementos com beta-caroteno. É possível que o álcool e o cigarro modifiquem a via de absorção e o metabolismo desse elemento. Além disso, sabe-se que grandes quantidades de beta-caroteno podem alterar os níveis sangüíneos de outros pigmentos naturais semelhantes denominados carotenóides, alguns dos quais podem ser mais importantes que o próprio beta-caroteno.

Procure encontrar os nutrientes necessários na dieta, em vez de utilizar suplementos. Os alimentos naturais fornecem quantidades ideais de nutrientes, fibras e outras substâncias importantes. Dessa forma, é bem provável que você consiga manter-se saudável.

Escolhendo e utilizando suplementos

Os suplementos não devem ser utilizados como substitutos, pois não são capazes de repor as centenas de nutrientes necessários e que são encontrados nos alimentos naturais. Entretanto, caso você deseje utilizá-los, aqui estão algumas considerações:

Evite suplementos que fornecem grandes doses. Em geral, dê preferência aos complexos polivitamínicos com minerais que fornecem 100 % da quantidade diária recomendada (QDR) das vitaminas e minerais, em vez daqueles que fornecem, por exemplo, 500% da QDR de uma vitamina e apenas 20% da QDR de outra. O cálcio é uma exceção. Você pode observar que suplementos com cálcio não apresentam 100% da QDR. Para tanto, seriam necessários comprimidos muito grandes. Na maioria dos casos, doses acima de 100% da QDR não trazem maiores benefícios e apresentam maior risco de efeitos tóxicos. Não se arrisque. Antes de tomar qualquer suplemento de vitaminas e minerais diferente daqueles padronizados que contém 100% da QDR ou menos, procure um médico ou nutricionista, principalmente se você apresentar algum problema de saúde ou usar algum medicamento. Doses elevadas de niacina, por exemplo, podem agravar as úlceras de estômago. Além disso, os suplementos podem interagir com algumas medicações. A vitamina E, por exemplo, não é recomendada para pacientes que utilizam anticoagulantes, tendo em vista que pode dificultar o controle da coagulação. Se você já utiliza um desses suplementos sem conhecimento médico, converse com o seu médico na próxima consulta.

Editora responsável:
Dra. Elisabete F. Almeida
ceoelisabete@latinmed.com.br

fonte: www.apm.org.br

As vitaminas são fundamentais para a digestão dos alimentos, a atividade mental e o combate às infecções. Elas possibilitam o processamento de proteínas, carboidratos e gorduras. Algumas ajudam a produzir células do sangue, hormônios, material genético e substâncias encontradas no sistema nervoso. Ao contrário dos carboidratos, proteínas e gorduras, as vitaminas e minerais não fornecem energia (calorias). Entretanto, auxiliam na liberação e utilização das calorias dos alimentos.

 
 
Voltar Topo Indicar a um amigo Imprimir
 
Voltar ao inícioHome PesquisarPesquisarFale conoscoContatoMapa do siteMapa do Site

Clínica Blue Star
Rua Paulo Maldi, 138 - Tucuruvi - São Paulo - SP - CEP: 02303-050 Tel/Fax: (11) 2262.9188
www.bluestar.com.br           clinica@bluestar.com.br

Responsável Técnico: Dr Roland Hannes - CRM 41319
As informações contidas neste site não substituem, em hipótese alguma, sua visita regular ao seu médico.
Somente o médico está apto a diagnosticar qualquer problema de saúde.

  Nipotech